•    Bem Vindo a DIXI - Relógio Ponto

    •   
    • 0800 942 2288

    •   
    • atendimento@dixiponto.com.br

Assédio no trabalho: saiba como o RH pode combater essa situação

Publicado em 29 de junho de 2021


O assédio no trabalho é uma situação grave que deve ser tratada com a devida atenção. Essa prática tem o objetivo de humilhar e oprimir o colaborador dentro do ambiente de trabalho. Apesar de duramente criticado, o assédio moral no trabalho ainda é comum em muitas empresas.

Vivemos em uma sociedade que incentiva cada vez mais a competitividade e o individualismo. Nesse ambiente, os casos de assédio no trabalho só aumentam e se tornam comuns.

Contudo, é dever da área de Recursos Humanos agir ativamente para prevenir e combater os casos de assédio, criando um ambiente seguro e saudável para todos os colaboradores.

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto de pesquisas Datafolha em 2018, 42% das brasileiras já sofreram algum tipo de assédio no trabalho. O crime pode render até dois anos de prisão para os agressores. Além disso, é um dos principais responsáveis por ações trabalhistas, demissões por justa causa e impacta profundamente a imagem de empresas e organizações.

Os colaboradores que sofrem algum tipo de agressão no trabalho podem desenvolver uma série de problemas físicos e psicológicos. As consequência de tal ação vão muito além do ambiente de trabalho. Por isso, a empresa deve se preocupar em promover um ambiente saudável e seguro.

O que é assédio no trabalho?

Assédio no trabalho é qualquer situação em que o colaborador se sinta desconfortável e exposto a constrangimentos em seu ambiente de trabalho. Essa prática pode ser cometida tanto por gestores quanto por colegas, colocando em risco a saúde física e mental do funcionário.

Sendo assim, vale relembrar que o assédio moral não se associa apenas aos gestores da empresa ou aqueles profissionais que ocupam os cargos mais altos. Devido à alta competitividade no ambiente de trabalho, os próprios colegas também estão sujeitos a ter uma conduta verbalmente agressiva e constrangedora.

A disseminação da prática do assédio no trabalho vem gerando muitas complicações tanto para a vítima, como para a empresa como um todo. Com a normalização dos casos, os colaboradores têm cada vez mais dificuldade em classificar quais situações são abusivas e merecem uma maior atenção.

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, assédio moral não são apenas situações extremas que envolvem xingamentos e violência. Esses casos também estão presentes no nosso cotidiano, como em uma conversa entre colegas, comentários por mensagem,piadas desagradáveis, intimidação, etc.

Confira quais são as situações que podem definir assédio no trabalho:

Como o RH deve combater o assédio no trabalho?

O Rh deve combater o assédio no trabalho com uma série de políticas afirmativas dentro da instituição. Acima de tudo o setor deve se manter aberto para receber a denúncia, conduzir a investigação de forma consistente e aplicar as devidas punições.

Mais importante do que tratar e investigar as denúncias recebidas, o RH deve investir em ações de prevenção aos casos de assédio. Palestras sobre o tema, materiais informativos para toda a equipe, são exemplos de práticas que podem combater o assédio no trabalho.

Confira agora quais passos podem ser seguidos caso haja alguma situação de assédio no trabalho dentro da sua empresa:

Denúncia

Se ocorrer alguma situação de assédio dentro da sua empresa, o primeiro passo é contar com um ambiente adequado, onde a vítima se sinta confortável para fazer a sua denúncia e ser ouvida.

Denunciar as situações de assédio é essencial para que a empresa interfira no caso e combata o caso desde a sua raiz, tomando as providências necessárias. Ao realizar a denúncia é importante que o colaborador possua possíveis provas que embasam a sua acusação e contem com testemunhas.

Apuração

Após receber a denúncia, os gestores do RH devem dar início à apuração dos acontecimentos. Nesta etapa, é interessante contar com os recursos que a empresa disponibiliza, como câmeras, por exemplo, além de ouvir atentamente os relatos do funcionário vítima do ataque.

A apuração deve ser realizada com cuidado e atenção, com foco em solucionar o problema e punir o assediador. O assédio no trabalho pode trazer muitas consequências para as vítimas, mas também para a organização, podendo gerar até mesmo uma crise interna.

Por isso, no processo de apuração o setor de RH deve agir rápido, evitando que os danos à imagem da empresa sejam prolongados por muito tempo.

Punição

Por fim, já temos a denúncia e a apuração concluída. Sendo assim, chegou a hora de aplicar a punição cabível para o caso.

As punições podem variar desde avisos verbais ou até a demissão por justa causa. Além disso, se for comprovado durante a investigação que a empresa foi conivente com o assédio, o colaborador assediado pode recorrer ao Ministério Público do Trabalhador e à Superintendência Regional do Trabalho e realizar uma denúncia formal.

Se o assédio moral foi comprovado, o trabalhador tem também o direito de ser indenizado pelos danos morais sofridos. Contudo, o valor da indenização varia de acordo com o entendimento de cada juiz.

Além de tudo isso, é importante lembrar que o assédio no trabalho é um crime previsto no código penal, prevendo pena de até dois anos. Dependendo do caso a pena pode ser ainda maior, principalmente quando envolve casos de assédio sexual.

Conclusão

Embora o assédio no trabalho seja um problema grave e com inúmeras consequências negativas, ainda é uma situação recorrente em muitas empresas. 

Considerando essa informação, e tudo o que você já leu até aqui, é fundamental que a empresa se responsabilize pela criação de ações para impedir que essas situações ocorram dentro dos seus ambientes.

Se a sua organização ainda está em dúvida sobre como começar, experimente realizar conversas de conscientização sobre o tema, você pode também produzir e distribuir material informativo para os colaboradores.

Nesse material informativo, sua empresa pode divulgar a criação de um canal de denúncia para os casos de assédio no trabalho. Assim, os trabalhadores se sentirão mais confortáveis para denunciar e a organização conseguirá combater essas situações.

Ficou claro o que é assédio no trabalho e como o RH da sua empresa pode combater essas situações? 

A Dixi Ponto é uma empresa que repudia todo e qualquer caso de assédio dentro do ambiente de trabalho!