•    Bem Vindo a DIXI - Relógio Ponto

    •   
    • 0800 761 6124

    •   
    • atendimento@dixiponto.com.br

Relógio de ponto cartográfico: ainda vale a pena utilizar?

Publicado em 08 de junho de 2022


Você sabia que, independentemente de quantos funcionários trabalham em uma empresa, é essencial fazer a marcação do ponto eletrônico? Com ele, a companhia garante mais profissionalismo e se resguarda de possíveis problemas futuros. Existem duas opções de relógios marcadores: o mecânico (cartográfico) e o eletrônico (biométrico).

Cada um deles tem suas particularidades, mas ambos são seguros e amparados pela lei. A Portaria 671, implantada pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), em 08 de novembro de 2021, chegou para alterar algumas legislações que estavam em vigor, no que diz respeito às marcações de ponto eletrônico.

Tanto os relógios de ponto cartográfico quanto os de ponto eletrônico são considerados REP-C (Registrador Eletrônico de Ponto Convencional), que são os mais utilizados hoje, fornecem o extrato das informações e dados de registro para o Auditor Fiscal.

Com as novas tecnologias, outras opções surgiram, inclusive com a possibilidade de a marcação do ponto ser feita de forma online, garantindo ainda mais segurança. Com isso, uma dúvida pode surgir na mente dos gestores de RH: ainda vale a pena utilizar o relógio de ponto cartográfico?

Como funciona

Em outro post publicado aqui no blog, explicamos sobre o funcionamento deste equipamento. Em resumo, o ponto cartográfico é um modelo simples, que chega na empresa pré-configurado, permitindo que o colaborador realize o registro dos horários e saídas em um cartão individual, dividido por quinzenas, que quando colocado no aparelho, recebe a impressão da hora exata.

Durante muito tempo, esta marcação era a única disponível para as empresas conseguirem fazer o controle da jornada de trabalho. Porém, após o desenvolvimento de outras opções tecnológicas, o relógio de ponto cartográfico acabou caindo um pouco em desuso, embora ainda faça parte da rotina de muitas companhias.

Prós x contras

Como já citado anteriormente, todas as opções de marcadores de jornada de trabalho têm as suas particularidades e especificidades. Em relação ao relógio de ponto cartográfico, ele é a maneira mais simples de registrar a marcação dos funcionários, pois é feito de forma prática, e que não depende de muito aprendizado externo.

Justamente por isso, ele é uma boa opção para ser utilizado em residências que possuem empregados domésticos como jardineiros, cozinheiros e faxineiros, que podem controlar seus horários de entrada e saída de forma bem simples, pois ele é de fácil manuseio.

Essa facilidade ajuda os donos de casa a registrar as marcações de forma mais econômica, garantindo que os vencimentos sejam pagos aos funcionários e evitando que processos trabalhistas possam surgir futuramente.

Outra vantagem do relógio de ponto cartográfico é o seu menor custo, se comparado aos outros modelos disponíveis no mercado, o que pode facilitar sua implantação por parte das empresas que buscam reduzir gastos. 

Em relação às desvantagens, talvez a maior delas seja pela lentidão na hora de contabilizar as informações geradas pelo relógio de ponto cartográfico. Por ele ser todo manual, o cálculo feito pelo RH também é realizado da mesma maneira.

Isso também é um empecilho no momento do fechamento da folha, pois, ao final de cada mês, os gestores precisam recolher os cartões de todos os colaboradores para fazer os cálculos da jornada de trabalho, e aí então, lançá-los em uma planilha específica. Eventuais horas extras trabalhadas podem tornar esse processo ainda mais demorado.

Isso dá margem para que a veracidade das informações seja colocada em xeque, devido ao registro ser feito por meio de um cartão manual, que não identifica de forma específica o colaborador. Essa brecha pode fazer com que o sistema seja facilmente violado, inclusive com marcações falsas feitas por outros trabalhadores. Por isso, processos trabalhistas, de ambas as partes, podem ocorrer futuramente. 

Conclusão

Pode-se concluir que, apesar de possuir menos recursos que as novas tecnologias, o relógio de ponto cartográfico ainda continua sendo uma boa opção para os empregadores realizarem o registro das marcações das jornadas de trabalho.

Apesar de ser de fácil utilização e instalação, ele pode demandar muito mais tempo e organização na hora do pagamento dos ordenados dos colaboradores da companhia. Porém, assim como em qualquer tomada de decisão, deve-se levar em consideração as necessidades específicas.

É fundamental aos gestores conhecerem as particularidades da empresa na hora de optar em adquirir um marcador, seja ele um relógio eletrônico com biometria, relógio cartográfico ou outros softwares de controle online. Para isso, é de suma importância que você escolha profissionais capacitados para te ajudar neste momento.

A DIXI Ponto é pioneira na fabricação e montagem de relógios cartográficos, como o marcador ponto Printnox, que tem um design compacto e arrojado, e que possibilita boa visibilidade do horário marcado.Para saber mais sobre o produto, entre em contato conosco e solicite um orçamento! Encontre a solução ideal para o seu negócio.